Assim como no episódio anterior, Toquinho é o parceiro de Vincius nas histórias vividas na década de 1970, a começar pelos shows com Clara Nunes (na foto, os três juntos). Era uma época em que eles estavam sob a mira da Censura e dos críticos, que condenavam a simplicidade de suas composições. "Eu sempre fui partidário de uma linha mais simples de canção", diz Toquinho em entrevista a João Máximo para o documentário. Mas também viviam em muitas festas, entre risos e mulheres. Ouve-se no programa o poeta recitando sua homenagem a três Pablos mortos em 1973: Picasso, Neruda e Casals. O poema termina com um palavrão contra o "ano assassino". E ele e Toquinho cantam duas músicas que se complementam ao falar de amor e desamor: Regra três e Samba da volta.

Este documentário vai ao ar numa parceria da Rádio Batuta com a Rádio Cultura Brasil (www.culturabrasil.com.br) e a VM Cultural (www.viniciusdemoraes.com.br), que representa a família de Vinicius.