Chico Buarque trocou o Brasil pela Itália, em autoexílio de 14 meses, porque poderia ser preso aqui pela ditadura militar, à semelhança do que aconteceu com Caetano Veloso e Gilberto Gil. Quando voltou ainda sob risco, em março de 1970 (há 50 anos, portanto), assustou-se com a “barra muito pesada”, como disse em entrevista, e compôs Apesar de você. O samba fez enorme sucesso durante um mês, até que foi proibido, discos foram quebrados e Chico se tornou, entre os artistas, o inimigo nº 1 do regime.

Essa história é contada neste programa, que termina com a gravação do samba. Em 2020, ele voltou a ser entoado como canção de protesto, agora pelos que reagem a Jair Bolsonaro.

 

Apresentação: Luiz Fernando Vianna

Edição: Filipe Di Castro