A palavra “escumalha” significa ralé e costuma ser usada como ofensa. Douglas Germano utilizou o termo como título de um samba e do seu novo CD, no qual é retratada a gente que vive em extrema dificuldade no Brasil. Autor de músicas conhecidas como Maria da Vila Matilde, carro-chefe do repertório de Elza Soares, ele explica nesta entrevista a Lucas Nobile o aspecto político de seu trabalho. “Meu estilingue é meu violão. Minha pedra é minha letra.” O CD tem parcerias do artista paulistano com Aldir Blanc, Kiko Dinucci e João Poleto.

Repertório

Maria da Vila Matilde (Douglas Germano) – Elza Soares

Valhacouto (Douglas Germano e Aldir Blanc) – Douglas Germano

Vil malandrão (Douglas Germano e Kiko Dinucci) – Douglas Germano

Escumalha (Douglas Germano) – Douglas Germano

Babaca (Douglas Germano) – Douglas Germano

Marcha de Maria (Douglas Germano) – Douglas Germano

 

Apresentação: Lucas Nobile

Edição: Filipe Di Castro