Não há nada mais diferente do que os trovões de Vicente Celestino e os sussurros de João Gilberto, mas eles fazem parte do afinado coral de timbres masculinos que o pesquisador Ronaldo Conde Aguiar reuniu no livro Os reis da voz. Num momento em que os cantores parecem ter desaparecido da cena da MPB, seu texto soa como uma denúncia. O pesquisador reuniu os 15 cantores brasileiros de que mais gosta e, em pequenos perfis, conta a história de cada um deles, os astros produzidos pela era do rádio. Dos vivos, apenas Cauby Peixoto. Ronaldo acha que a civilização visual, apostando tudo na coreografia, na encenação do clipe e no rostinho bonito, está desligando o som da tradição dos grandes gogós.

Apresentação: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição e sonorização: Filipe Di Castro