Ao participar, em 2009, de um show dedicado à obra de Ataulfo Alves, o percussionista, cantor e compositor Pretinho da Serrinha passou a conhecer ainda mais a obra do grande sambista. Para a série “Pelo telefone”, Pretinho escolheu um dos maiores sucessos de Ataulfo: Pois é, que ele gravou em 1955 ao lado de suas famosas pastoras. O fonograma está no site Discografia Brasileira.

Conheça o podcast “Música em 78 rotações”.