O Brasil ganhou projeção mundial em 1962. Naquele ano, conquistou o bicampeonato de futebol na Copa do Mundo do Chile. O cinema brasileiro brilhou com a Palma de Ouro conquistada no Festival de Cannes, na França, pelo filme "O pagador de promessas", de Anselmo Duarte. E na música, a bossa nova fez sucesso em Nova York, no dia 21 de novembro, quando se realizou o famoso show com Tom Jobim, João Gilberto, Carlos Lyra, Roberto Menescal, Agostinho dos Santos, Sérgio Ricardo, Carmen Costa, Sérgio Mendes, Oscar Castro Neves, Luiz Bonfá e outros artistas, lançando o estilo nos Estados Unidos.

Bloco 1

Quem eu quero não me quer (Raul Sampaio e  Ivo Santos) – Raul Sampaio
Lembranças (Raul Sampaio e Benil Santos) – Miltinho
Poema do olhar (Evaldo Gouveia e Jair Amorim) – Miltinho
Amor (Antenógenes Silva e Ernani Campos) – Silvana e Rinaldo Calheiros

Bloco 2

Volta por cima (Paulo Vanzolini) – Noite Ilustrada
Esta noite ou nunca (Adelino Moreira) – Angela Maria
Meu nome é ninguém (Luiz Reis e Haroldo Barbosa) – Miltinho
Na cadência do samba (Ataulfo Alves e Paulo Gesta) – Elizeth Cardoso

Bloco 3

Leva eu, sodade (Tito Neto e Alventino Cavalcanti) – Nilo Amaro e Seus Cantores de Ébano
Prelúdio para ninar gente grande (Menino passarinho) (Luiz Vieira) – Luiz Vieira

Bloco 4

Estão voltando as flores (Paulo Soledade) – Helena de Lima
Ninguém gostou de alguém como eu gosto de ti (Valdir Machado) – Orlando Dias
E a vida continua (Evaldo Gouveia e Jair Amorim) – Agnaldo Rayol
Palavras de amor (Paulo Borges) – Alcides Gerardi
Quem é (Silvinho e Maurílio Lopes) – Silvinho
Poema (Fernando Dias) – Elis Regina

Bloco 5

Vou ter um troço (Arnô Provenzano, Otolindo Lopes e Jackson do Pandeiro) – Jackson do Pandeiro
Meu querido lindo (Canarinho e Moacyr Franco) – Moacyr Franco
Garota solitária (Adelino Moreira) – Angela Maria
Amor em cha cha cha (Fernando Costa e Rossini Pinto) – Fernando Costa
Malena (Fernando Costa e Rossini Pinto) – Roberto Carlos

Bloco 6

Influência do jazz (Carlos Lyra) – Carlos Lyra
Tamanco no samba (Orlandivo e Helton Menezes) – Célia Reis
A mesma rosa amarela (Capiba e Carlos Pena Filho) – Claudionor Germano

Bloco 7

Oba (Osvaldo Nunes) – Osvaldo Nunes

 

Baseado no livro “A canção no tempo”, de Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello

Adaptação, pesquisa e texto: Carla Paes Leme
Locução: Gláucia Araújo
Sonorização e edição: Filipe di Castro