Um dos grandes vencedores nos concursos de sambas e marchas de carnaval, João de Barro acreditava no sucesso de Touradas em Madri, dele e Alberto Ribeiro, na disputa de 1938. A marchinha – que na Copa do Mundo de 1950 viria a ser entoada pela torcida, no Maracanã, na goleada de 6 a 1 do Brasil sobre a Espanha – acabou sendo injustamente desclassificada. João de Barro, então, resolveu inscrever uma outra. Escolheu uma parceria dele com Noel Rosa, que havia morrido meses antes. A marchinha era As pastorinhas – gravada em 1935, com o nome de Linda pequena, por João Petra de Barros -, que foi acabou se sagrando campeã em 1938 na voz de Sílvio Caldas. 

Edição e sonorização: Filipe Di Castro