A seleção brasileira sempre inspirou músicas de exaltação, como  A taça do mundo é nossa (1958), Frevo do bi (62) e Voa, canarinho (82). Ainda não surgiu, para a Copa de 2014, uma canção que caia na boca do povo. Mas a paixão pelo "escrete", como se dizia, não arrefeceu. Uma crônica dessa paixão está em Cala a boca, Zebedeu, na voz de Sergio Sampaio.

 

Apresentação: Luiz Fernando Vianna (com Tania Morales, da CBN)

Roteiro: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição e sonorização: Filipe Di Castro