Um dos cineastas com especial talento para escolher a música de seus filmes foi Stanley Kubrick (1928-1999). Arthur Dapieve se concentra na trilha de O iluminado, o clássico do terror que o diretor realizou em 1980, com Jack Nicholson no papel principal. Nas mãos de Kubrick, as três peças (de Berlioz, Bartók e Ligeti) compuseram um conjunto assustador.

Repertório

Hector Berlioz (1803-1869). Sinfonia Fantástica: V. Songe d’une nuit du Sabbath (9:53) – Orquestra do Concertgebouw, de Amsterdã, regência de sir Colin Davis.

Bela Bartók (1881-1945). Música para Cordas, Percussão e Celesta: III. Adágio (7:25) – Orquestra Sinfônica de Baltimore, regência de Marin Alsop.

György Ligeti (1923-2006). Lontano (12:44) – Filarmônica de Viena, regência de Claudio Abbado.

 

Apresentação: Arthur Dapieve

Edição e sonorização: Filipe Di Castro