Roberto Silva era chamado de “o príncipe do samba”. Com sua voz bonita e balançada, apresentava motivos de sobra para tanta majestade. Mãe solteira, de 1954, tem a assinatura de outra realeza do samba, o compositor Wilson Batista. A gravação também está no site Discografia Brasileira, do IMS.

 

Apresentação: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição: Filipe Di Castro