A síncope, que na tradição europeia significa algo que foge de um padrão, no samba virou regra. Falar em “samba sincopado” parece uma redundância, mas nesse subgênero as variações rítmicas são ainda mais acentuadas. Muito do balanço é dado pelos cantores, como Luiz Barbosa, Vassourinha, Cyro Monteiro, Miltinho e Jorge Veiga. E há compositores que se consagraram no estilo, caso de Geraldo Pereira. Nas últimas décadas, o samba sincopado perdeu um pouco da sua força, mas ainda teve grandes representantes, como João Nogueira e Zeca Pagodinho.

Repertório

Mulher de trinta (Luiz Antônio) – Miltinho

Risoleta (Moacir Bernardino e Raul Marques) – Luiz Barbosa

Juraci (Antônio Almeida e Ciro de Souza) – Vassourinha

Falsa baiana (Geraldo Pereira) – Cyro Monteiro

Pisei num despacho (Geraldo Pereira e Elpidio Viana) – Zeca Pagodinho

Nó na madeira (João Nogueira e Eugênio Monteiro) – João Nogueira

Café society (Miguel Gustavo) – Jorge Veiga

 

Apresentação: Luiz Fernando Vianna (com Petria Chaves, da CBN)

Roteiro: Luiz Fernando Vianna

Edição e sonorização: Filipe Di Castro