Mario Reis foi convencido por Francisco Alves a também comprar sambas, embora, ao contrário do Rei da Voz, não pusesse seu nome entre os compositores. De Cartola (foto) adquiriu Que infeliz sorte, que, justificando o título, não fez o sucesso esperado. Isto levou o cantor, muito tempo depois, a dizer que o sambista da Mangueira estava lhe devendo, como conta João Máximo.

Apresentação: João Máximo

Edição e sonorização: Filipe Di Castro