O pianista Sviatoslav Richter (1915-1997) tinha mãos enormes, repertório vastíssimo e interpretações monstruosas. Segundo seu professor em Moscou, Heinrich Neuhaus, “quando Richter toca composições diferentes parece que pianistas diferentes estão tocando”. Arthur Dapieve seleciona gravações de concertos, sonatas e prelúdios, algumas ao vivo, para exemplificar a força do músico. Seus recitais eram ocasiões quase religiosas. O pai de Richter, neto de alemães, foi executado pelo regime soviético em 1941.

Repertório

Rachmaninoff. Prelúdio Op. 3, nº 10 (5:28) – Sviatoslav Richter

Glazunov. Concerto para piano nº 1, Op. 92: I. Allegro moderato (11:05) – Sviatoslav Richter e Orquestra Sinfônica da Juventude Moscovita, regida por Kirill Kondrashin.

Schubert. Sonata nº 19, Op. Posth.: IV. Allegro (8:36) – Sviatoslav Richter

Tchaikovsky. Concerto para piano nº 1, Op. 23: II. Andantino semplice (6:16) – Sviatoslav Richter e Filarmônica de Leningrado, regida por Evgeny Mravinsky

Brahms. Intermezzo em Dó, Op. 119, nº 3 (2:19) – Sviatoslav Richter

Scriabin. Sonata nº 5, Op. 53 (10:47) – Sviatoslav Richter

Debussy. Prelúdios, livro I: VI. Le pas sur la neige (3:35) – Sviatoslav Richter

 

Prelúdios também é apresentado no último sábado de cada mês, às 20h, na Rádio MEC FM do Rio de Janeiro (99.3 MHz).

Apresentação: Arthur Dapieve

Edição: Filipe Di Castro