Programas

  • Programas

    Programas variados que fazem parte da grade atual da Batuta estão reunidos aqui.

  • Estúdio Batuta

    A Batuta recebe artistas em seu estúdio para entrevistas e números musicais. Mostramos aqui os resultados desses encontros.

    VER TODOS

    Pedro Luis canta Luiz Melodia

    Pedro Luis canta Luiz Melodia

    Pedro Luis conta os detalhes de sua admiração por Luiz Melodia, a quem homenageia no CD Vale quanto pesa. Ele canta e toca ao vivo, no estúdio da Batuta, músicas como Pérola negra, Magrelinha e Estácio, eu e você.

    30.01.2019
    João Cavalcanti e Marcelo Caldi

    João Cavalcanti e Marcelo Caldi

    Quando se conheceram, Marcelo Caldi não tocava sanfona e João Cavalcanti não tocava nenhum instrumento. E ambos não compunham. Vinte anos depois, com os talentos reconhecidos, uniram-se no CD Garimpo, um dos temas da entrevista no Estúdio Batuta. Eles tocam a faixa-título ao vivo.

    30.11.2018
    Sidney Miller nas vozes de Joyce Moreno e Alfredo Del-Penho

    Sidney Miller nas vozes de Joyce Moreno e Alfredo Del-Penho

    O show que Joyce Moreno e Alfredo Del-Penho fizeram no IMS-RJ em 2012 virou CD. No repertório de Argumento, apenas canções de Sidney Miller (1945-1980). Nesta entrevista, no estúdio da Batuta, os dois artistas explicam o estilo do compositor e o incluem entre os principais do país.

    05.11.2018

    Playlist do Zuza

    Zuza Homem de Mello, nome consagrado quando o assunto é música brasileira, reúne no programa gravações de sua preferência, combinando registros consagrados e contemporâneos. Ele é autor de livros como A canção no tempo (em parceria com Jairo Severiano), João Gilberto, Música com Z e A era dos festivais. Playlist do Zuza é uma parceria com a Rádio USP (93.7 FM em São Paulo), que veicula o programa às 17h de sexta-feira, dia em que entra no site da Batuta. A Rádio MEC FM do Rio de Janeiro apresenta às 22h de sexta. O tema de abertura é "Incompatibilidade de gênios" (João Bosco e Aldir Blanc).

    VER TODOS

    Playlist número 100

    Playlist número 100

    Playlist do Zuza chega à edição de número 100. Para comemorar, Zuza Homem de Mello fez uma seleção variada de gravações tocadas nestes quase dois anos de programa. Está de volta a primeira música da primeira edição: Só danço samba, com Stan Getz e João Gilberto (foto).

    15.02.2019
    Caetano, Chico, Tom, Vinicius…

    Caetano, Chico, Tom, Vinicius…

    A seleção de Zuza Homem de Mello tem alguns dos principais compositores brasileiros. Caetano Veloso, por exemplo, canta a sua O quereres com Maria Gadú. Chico Buarque interpreta Nina. Uma versão de Garota de Ipanema também está no programa.

    08.02.2019
    “Folhas secas” com Elis, seleção instrumental…

    “Folhas secas” com Elis, seleção instrumental…

    A consagrada interpretação de Elis Regina para Folhas secas, de Nelson Cavaquinho e Guilherme de Brito, é o fecho de ouro para esta edição do programa de Zuza Homem de Mello. Uma seleção de gravações instrumentais também está em destaque.

    01.02.2019

    A volta ao jazz em 80 mundos

    Reinaldo Figueiredo apresenta o programa, que estreou em 2013. Ele começou a gostar de jazz entrando pela porta da bossa nova. Depois de ver ao vivo Leny Andrade com o Bossa Três, saiu comprando discos de trio piano/baixo/bateria. Nos anos 1970, enquanto era cartunista no jornal O Pasquim, também tocava pandeiro num obscuro conjunto de choro que nem nome tinha, mas era apelidado de Época de Merda. Em 1984, com Hubert e Claudio Paiva, criou o tablóide de humor O Planeta Diário. Nos anos 1980 e 1990, integrante do Casseta & Planeta, participou como baixista dos shows musicais do grupo. Desde 1998 toca contrabaixo na CEJ (Companhia Estadual de Jazz), grupo dedicado ao samba-jazz. O título do programa faz ao alusão ao livro A volta ao dia em 80 mundos, do escritor argentino e jazzófilo Julio Cortázar. O prefixo do programa é Hot bean strut, do pianista panamenho Danilo Perez.

    VER TODOS

    Jazz italiano

    Jazz italiano

    Nesta edição, A Volta ao Jazz em 80 Mundos para na Itália. No repertório selecionado por Reinaldo Figueiredo estão intérpretes muito envolvidos com a música brasileira, como Stefano Bollani (foto) e Gabriele Mirabassi.

    12.02.2019
    Jazz para lavar a alma

    Jazz para lavar a alma

    Reinaldo Figueiredo montou um repertório para tentar levantar o astral do ouvinte em 2019. Segundo ele, é "praticamente um banho de descarrego jazzístico". Chucho Valdés (foto), Brad Mehldau, Michel Camilo e Hamilton de Holanda estão entre os intérpretes.

    17.01.2019
    Uma parada no Brasil, aquele, o Victor Assis

    Uma parada no Brasil, aquele, o Victor Assis

    Saxofonista de grande talento, que morreu com apenas 35 anos, o carioca Victor Assis Brasil é o personagem do programa de Reinaldo Figueiredo. Quase todas as composições são dele, incluindo uma gravada nos EUA em que sua participação não foi creditada.

    13.12.2018

    Prelúdios

    Arthur Dapieve apresenta o programa, que estreou em 2013. Ele é jornalista desde 1986, trabalhando na área de cultura no "Jornal do Brasil" e em "O Globo", do qual é colunista, além do site "NoPonto". Tem dez livros entre ficção e não ficção, alguns sobre música, como BRock - o rock brasileiro dos anos 80 (1995) e Renato Russo - O trovador solitário (2000). Escuta música clássica desde que era um adolescente fã de rock progressivo e hoje dedica a Bach, Tchaikovsky e Mahler a maioria do seu tempo.

    VER TODOS

    Violada na sala de concerto

    Violada na sala de concerto

    Arthur Dapieve parte do CD Americas, de Fabio Zanon, para apresentar exemplos da força do violão nos países latinos (os da América e os europeus). O repertório conta, por exemplo, com Villa-Lobos, Agustín Barrios, Paganini e uma interpretação de Andrés Segovia (foto).

    24.01.2019
    Então é Natal

    Então é Natal

    Do vasto repertório de música natalina, Arthur Dapieve selecionou peças do período barroco, entre elas um oratório e uma cantata compostos por Bach. Os intérpretes são conjuntos como Il Giardino Armonico e Monteverdi Choir (foto).

    19.12.2018
    Os herdeiros de Shostakovich

    Os herdeiros de Shostakovich

    Arthur Dapieve selecionou peças dos dois principais herdeiros de Dmitri Shostakovich (foto), o maior compositor da antiga União Soviética: Mieczyslaw Weinberg e Alfred Schnittke. Os formatos variados incluem prelúdio, concerto e movimentos de sinfonias.

    23.11.2018

    IMS Paulista

    Programas sobre as atrações culturais do IMS Paulista, sobretudo as musicais, ficam disponíveis aqui.

    VER TODOS

    Orquestra Jurufrevo

    Orquestra Jurufrevo

    Formada por 17 músicos, em sua maioria nordestinos que moram em São Paulo, a Orquestra Jurufrevo concilia tradição e modernização para interpretar diversos gêneros, a começar pelo frevo. O saxofonista Roberles Lopes explica a proposta do grupo, que toca no IMS Paulista no dia 17, às 16h.

    13.02.2019

    Literatura em voz alta

    O programa apresenta gravações de poemas, contos e trechos de romances, feitas muitas vezes pelos próprios autores, em registros pouco conhecidos. Também há trechos de palestras, como as realizadas no Clube de Leitura do IMS.

    VER TODOS

    Literatura e conflitos – A poesia brasileira e a Segunda Guerra Mundial

    Literatura e conflitos – A poesia brasileira e a Segunda Guerra Mundial

    Carlos Drummond de Andrade (foto), Cecília Meireles e Murilo Mendes estão entre os autores brasileiros que escreveram textos contundentes sobre a Segunda Guerra. Seus poemas foram analisados pelo professor da USP Murilo Marcondes de Moura no ciclo "Literatura e conflitos".

    01.02.2018
    Literatura e conflitos – A guerra não tem rosto de mulher

    Literatura e conflitos – A guerra não tem rosto de mulher

    Ao analisar a obra de Svetlana Aleksiévitch no curso Literatura e conflitos, Paulo Roberto Pires ressaltou que a vencedora do Nobel de Literatura de 2015 descarta a história triunfal e observa a devastação provocada nas pessoas por guerras e tragédias, sempre do ponto de vista das...

    25.01.2018
    Literatura e conflitos – O tempo e o vento

    Literatura e conflitos – O tempo e o vento

    Em sua aula sobre O tempo e o vento, no curso Literatura e conflitos, Regina Zilberman destacou a opção de Erico Verissimo por subverter versões oficiais da história do Rio Grande do Sul. A Guerra dos Farrapos é observada a partir dos sofrimentos causados às mulheres.

    18.01.2018