O carioca Walter Nunes de Abreu nasceu em 7 de junho de 1930, cinco dias depois daquele que viria a ser seu parceiro e grande amigo: Mauro Duarte.  Cantor de voz grave, bom nos sambas de amor e nos balançados, à moda de Cyro Monteiro, Walter também merece uma playlist comemorativa, assim como a Batuta em fez relação a Mauro Duarte. Alfaiate de fato, fez do ofício o sobrenome artístico. Em seu cartão se apresentava como “o magnata supremo da elegância moderna”.

As faixas escolhidas foram extraídas de seus dois primeiros discos: Olha aí (1998, quando já tinha 68 anos) e Samba na medida (2003). Walter morreu em 27 de fevereiro de 2010.

Repertório

Olha aí (Mical e Miúdo) – Walter Alfaiate

A mulher que eu adoro (Walter Alfaiate e Mauro Duarte) – Walter Alfaiate

Botafogo, chão de estrelas (Paulinho da Viola e Aldir Blanc) – Walter Alfaiate

Me entrego sem querer (Martinho da Vila e Walter Alfaiate) – Walter Alfaiate

Sacode Carola (Hélio Nascimento e Alfredo Marques) – Walter Alfaiate

A paixão e a jura (Mauro Duarte e Paulo César Pinheiro) – Walter Alfaiate

Samba na medida (Nei Lopes) – Walter Alfaiate e Nei Lopes

Bateram em minha porta (autoria desconhecida) – Walter Alfaiate

Resignação (Mical e Miúdo) – Walter Alfaiate

Contos de areia (Dedé da Portela e Norival Reis) – Walter Alfaiate

 

Seleção: Luiz Fernando Vianna

Edição: Filipe Di Castro