João Máximo

Dez anos que mudaram a música brasileira (1929-1939)

Dez anos que mudaram a música brasileira (1929-1939)

Uma década de ouro iniciou a fase adulta da música popular brasileira. O jornalista João Máximo traça um panorama das transformações: rádios, gravadoras, arranjos, uma geração de artistas brilhantes e a afirmação do samba como gênero central. São 78 gravações em cinco episódios.

04.02.2021

Capítulo 1 - Do maxixe aos bambas do Estácio

Capítulo 1 – Do maxixe aos bambas do Estácio

O samba urbano nasceu com jovens pobres do bairro do Estácio de Sá, no Rio de Janeiro. Suas criações foram descobertas e, em boa parte, compradas pelos cantores Francisco Alves e Mario Reis, protagonistas do primeiro episódio da série conduzida por João Máximo.

04.02.2021

Capítulo 2 - Ary, Noel e a vez da cidade

Capítulo 2 – Ary, Noel e a vez da cidade

Dois compositores brancos de classe média abraçaram o samba e ampliaram o seu alcance. João Máximo destaca Ary Barroso e Noel Rosa no segundo episódio sobre os dez anos que mudaram a música brasileira.

04.02.2021

Capítulo 3 - Outros caminhos, novas vozes

Capítulo 3 – Outros caminhos, novas vozes

A ampliação das formas de divulgação, entre elas o rádio, também amplia o painel de compositores, cantores e gêneros. João Máximo retrata essa expansão da música brasileira na década de 1930.

04.02.2021

Capítulo 4 - Nem só de samba vive o país do samba

Capítulo 4 – Nem só de samba vive o país do samba

João Máximo apresenta outros gêneros que fizeram muito sucesso naquela época de ouro: valsas, serestas, foxes, choros e marchas carnavalescas.

04.02.2021

Capítulo 5 - O Brasil brasileiro e a boa vizinhança

Capítulo 5 – O Brasil brasileiro e a boa vizinhança

A década termina com Carmen Miranda partindo para brilhar nos Estados Unidos e Ary Barroso consagrando-se como o compositor de um Brasil festeiro e grandioso. A música nacional se torna tesouro internacional e produto de exportação.

04.02.2021

Música para quem não tem pressa - Nazareth por Maria Teresa Madeira

Música para quem não tem pressa – Nazareth por Maria Teresa Madeira

Ernesto Nazareth compôs música popular, mas sua obra é clássica, no que se refere a excelência e perenidade. É o que defende João Máximo, que selecionou 20 das 215 gravações que a pianista Maria Teresa Madeira, em realização histórica, dividiu em 12 CDs.

20.04.2020

Música para quem não tem pressa - Noel pela primeira vez

Música para quem não tem pressa – Noel pela primeira vez

Em 14 CDs, o biólogo Omar Jubran reuniu na caixa Noel pela primeira vez as gravações originais de 229 músicas do compositor. João Máximo, biógrafo de Noel Rosa, selecionou 25 para uma playlist especial adequada a tempos de confinamento.

02.04.2020