Pedro Paulo Malta

Aracy de Almeida

Episódio 6 – Aracy de Almeida canta o miserê e a orgia

Ciro de Souza é daqueles compositores que foi sendo esquecido com o tempo. Em 1937, quando já era uma das melhores cantoras brasileiras, Aracy de Almeida gravou dois sambas deliciosos de Ciro: “Tenha pena de mim” e “Marido da orgia”. Cristina Buarque e Rodrigo Alzuguir comentam.

03.02.2020

Dorival Caymmi

Episódio 7 – O mar e o violão de Dorival Caymmi

“O mar”, lançada em 1940, é a mais célebre das canções praieiras de Dorival Caymmi. Neste episódio, seu filho Dori conta que, na infância, ela o fascinava e o assustava. Ele recorda quando quase se afogou e seu pai não foi salvá-lo, como se preferisse rogar a Iemanjá.

03.02.2020

Luiz Gonzaga

Episódio 8 – ‘Asa branca’ nasceu antes de Luiz Gonzaga criá-la

Antes de ser lançada sem muita confiança, no lado B de um disco de 78 rotações, “Asa branca” já tinha melodia e tema conhecidos no Nordeste. Segundo Nirez, pesquisador cearense, Luiz Gonzaga fez um “arranjo” e Humberto Teixeira criou os versos, gerando uma obra-prima.

03.02.2020

Jacob do Bandolim

Episódio 9 – Jacob do Bandolim ilumina Ernesto Nazareth

Jacob do Bandolim tinha fascínio por Ernesto Nazareth. Em 1952, lançou quatro discos de 78 rotações em que interpretava oito músicas do compositor, inclusive “Odeon”. Iluminou sua obra, que andava esquecida, e depois decidiu investigar se Nazareth tinha se matado ou não.

03.02.2020

João Gilberto. Foto de Francisco Pereira

Episódio 10 – ‘Chega de saudade’, a glória final dos 78 rpm

A história dos discos em 78 rotações teve seu último grande momento em agosto de 1958, quando foi lançada a versão de João Gilberto para “Chega de saudade”. “É o acontecimento mais importante da música brasileira em todos os tempos”, afirma Joyce Moreno neste episódio.

03.02.2020

Atualizando Mário Álvares

Atualizando Mário Álvares

Pai do cavaquinho brasileiro, Mário Álvares tem um pouco mais de sua biografia e sua música conhecidas graças a um caderno de 1908 entregue à Casa do Choro. O programa traz gravações de Pixinguinha, Jacob do Bandolim e outros, além de uma polca inédita.

07.12.2018

Paulinho da Viola no choro

Paulinho da Viola no choro

Paulinho da Viola é mestre no samba e também no choro. “É o gênero que mais me comove dentro de nossa música popular”, já escreveu. O programa reúne 12 composições dele, interpretadas pelo próprio e por outros artistas.

08.11.2018

Aracy de Almeida

Aracy de Almeida é coisa nossa

Bem antes de ficar conhecida como jurada de programa de calouros, Aracy de Almeida já tinha se consagrado como uma das maiores cantoras brasileiras. A história dessa mulher de voz e humor marcantes é contada por Rodrigo Alzuguir e Pedro Paulo Malta na série de nove episódios.

10.10.2018