Tuco Pellegrino

Samba aberto para balanços

Samba aberto para balanços

A série sobre os cem anos do samba termina com novas e bem-vindas experiências no gênero. São os casos de Elza Soares com um núcleo de músicos paulistas ou de Moyseis Marques misturando ritmos. E há quem esbanje talento ao reverenciar a tradição, como Tuco Pellegrino. O importante é que o samba não envelhece.

01.01.2017