Zeca Pagodinho

Trio Conversa Ribeira: Daniel Muller, Andrea dos Guimarães e João Paulo Amaral. Foto Omar Paixão

Músicas do interior, instrumentais…

Conversa Ribeira (foto), trio dedicado à música do interior, canta moda de viola no programa de Zuza Homem de Mello. Também estão distantes das grandes capitais Índia com Ney Matogrosso e uma composição de Ivan Lins e Vítor Martins. A ala instrumental tem seis faixas preciosas.

28.02.2020

Zeca Pagodinho

Zeca, Melodia, Leny, Fernando Brant…

O programa de Zuza Homem de Mello tem encontros especiais: Zeca Pagodinho interpreta um samba de Monarco; Luiz Melodia canta ao lado do piano de João Donato; Leny Andrade é acompanhada pelo pianista Cesar Camargo Mariano; Fernando Brant é lembrado em duas parcerias com Milton Nascimento.

14.02.2020

Tantinho da Mangueira

Tantinho da Mangueira

O líder da Velha Guarda Musical da Mangueira, conjunto que lançou CD com sambas de Geraldo Pereira, contou sua história na verde-e-rosa, iniciada aos 5 anos debaixo da fantasia de sua mãe. Tantinho interpretou quatro sambas no estúdio.

09.06.2019

Um lado B de Zeca Pagodinho

Um lado B de Zeca Pagodinho

Para celebrar o aniversário de Zeca Pagodinho, que completa 60 anos em 4 de fevereiro de 2019, a Batuta selecionou dez gravações que não estão entre as mais conhecidas do cantor. Crônicas bem-humoradas predominam no repertório.

02.02.2019

Nei Lopes

Geração de 1942/Nei Lopes – Sambas do Irajá

Nei Lopes domina vários estilos de samba, além de outros gêneros da tradição afro-brasileira. O programa apresenta um pouco da diversidade do autor de Tempo de Dondon em gravações com Chico Buarque, Zeca Pagodinho e outros.

17.12.2017

Os novos caciques do samba

Os novos caciques do samba

Um novo som para o samba, hegemônico desde então, surgiu nas rodas informais feitas na quadra do bloco Cacique de Ramos, no Rio, nas décadas de 1970 e 1980. Aqueles encontros revelaram Zeca Pagodinho, Jorge Aragão, Arlindo Cruz e muitos outros.

11.12.2016

Partido-alto e tipo partido-alto

Partido-alto e tipo partido-alto

Arte dos grandes improvisadores, de Xangô da Mangueira a Zeca Pagodinho, o partido-alto se firmou no Rio de Janeiro a partir de referências africanas cultivadas na Bahia e em Minas. Conseguiu sucesso comercial graças a Martinho da Vila, autor de sambas “tipo partido-alto”, segundo Nei Lopes.

20.11.2016

O samba sincopado

O samba sincopado

Todo samba tem síncope, mas no subgênero conhecido como samba sincopado o balanço é ainda maior. Compositores como Geraldo Pereira e cantores como Luiz Barbosa, Cyro Monteiro e Jorge Veiga consagraram o estilo.

18.09.2016